Como se destacar no mercado de Privacidade e Proteção de Dados

Nos últimos anos, com a crescente disponibilidade de dados proporcionada pela internet e por dispositivos conectados, em conjunto com a constante evolução das ferramentas tecnológicas de Inteligência Artificial, que permitem o tratamento mais rápido e eficiente desses dados, a temática da privacidade e proteção de dados pessoais está na ordem do dia. Esse movimento foi reforçado pela aprovação do Regulamento Geral de Proteção de Dados europeu (GDPR) em 2016, seguido da Lei Geral de Proteção de Dados brasileira (LGPD) em 2018 e de diversos outros diplomas legais similares em diferentes países ao redor do mundo, buscando assegurar regras claras para a proteção dos dados pessoais, minimizando os riscos envolvidos e evitando a ocorrência de danos aos interesses dos titulares.

No Brasil, apenas um ano após a entrada em vigor da nossa LGPD, muitas organizações, sejam públicas ou privadas, ainda estão no processo de adequação aos regramentos da lei e até de outras disposições advindas do ecossistema regulatório de proteção de dados no país. Somado a isso, manchetes sobre vazamentos de dados parecem uma constante no noticiário brasileiro e internacional, reforçando a necessidade de maior conscientização das pessoas sobre o uso de dados e a importância de sua proteção a níveis adequados.

Nesse ambiente, muitos profissionais que já atuavam na área buscam novas formas de se posicionar com destaque no mercado, enquanto outros, identificando uma oportunidade de mudança de carreira, tentam inserir-se nesse ambiente regulatório complexo, que mistura, por exemplo, regras vinculadas à proteção de dados (e outros direitos fundamentais constitucionalmente garantidos), segurança da informação, conhecimento específico de nichos setoriais de mercado, compliance, avaliação de riscos e padrões técnicos.

Diante da grande competitividade , além da capacitação e realização de cursos especializados sobre proteção de dados e privacidade, a comprovação de um conhecimento teórico e habilidades práticas se mostra cada vez mais importante.Essa comprovação pode ser alcançada a partir da aprovação em provas de certificação de alto nível, como é o caso da Certificação Data Privacy Brasil em Privacidade e Proteção de Dados, a primeira e única no mercado brasileiro focada não só na LGPD, mas em todo o ecossistema regulatório de privacidade e proteção de dados no Brasil e do mundo.

A Certificação DPBR pode representar um grande diferencial na carreira do profissional que busca se destacar na área de proteção de dados no cenário brasileiro. Isso porque os candidatos são testados em conhecimentos teóricos, mas principalmente práticos, sobre o ambiente regulatório de proteção de dados e privacidade no Brasil, o que inclui a LGPD, mas também outras normas setoriais e até internacionais relacionadas ao tema, já que as operações de tratamento de dados podem impactar organizações e titulares de diferentes áreas do mercado, inclusive localizados fora do país, o que demandaria a aplicação de normas internacionais, como o GDPR da União Europeia.

Logo, de forma a atender as particularidades brasileiras, a prova do Data Privacy Brasil atesta que o candidato aprovado é apto a lidar com as consequências práticas da aplicação da LGPD em conjunto com outras normas setoriais, a exemplo do Código de Defesa do Consumidor, resoluções do Banco Central e da CVM, regras de modelagem de score de crédito previstas na Lei do Cadastro Positivo, Marco Civil da Internet e a Lei de Acesso à Informação, e internacionais, como o Regulamento Europeu.

Além de questões regulatórias complexas, a prova abrange certos conhecimentos em gestão de programas de governança, avaliação de risco, desenho e desenvolvimento de modelos de negócios e políticas públicas envolvendo privacidade e proteção de dados, colocando o candidato na posição de consultor de proteção de dados, o que o obriga a tomar decisões complexas que envolvem pensar em ações para assegurar que a sua organização esteja em conformidade com o ambiente regulatório — o que é essencial para um bom profissional de proteção de dados.

Ademais, como a Certificação não dispõe de juridiquês e tecniquês, ela não se limita ao público jurista ou técnico, mas pode ser realizada por diferentes áreas do mercado, o que é de extrema importância no atual contexto multidisciplinar complexo da proteção de dados. Ainda, diante dos rápidos avanços de novas tecnologias de processamento de dados, que tornam o ambiente extremamente dinâmico, o banco de itens de prova da Certificação DPBR é sempre renovado para atender às mudanças da tecnologia e das interpretações das leis.

Dito isso, em razão de todas as peculiaridades positivas da Certificação do Data Privacy Brasil, ela pode ser um diferencial competitivo para os profissionais de proteção de dados, pois é capaz de atestar a capacidade do profissional certificado em relação à sua atuação prática e teórica sobre o ambiente regulatório de proteção de dados, avaliando também suas habilidades de gerenciamento de problemas, riscos e crises, o que é cada vez mais recorrente nas atividades diárias de organizações de diferentes tamanhos.

A próxima prova de Certificação em Privacidade e Proteção de Dados do Data Privacy Brasil ocorrerá no dia 03/10/2021. Para mais informações, não deixe de conferir a página oficial da Certificação Data Privacy Brasil.